nightlife

outubro 14, 2010

Ao som do piano observo a madrugada tomar conta de tudo ao meu redor. a solidão aperta esmagando os ossos embaixo da pele, a tempos nao sinto o conforto de uma noite de sono.
Provavelmente esses detalhes tem ligação com as minhas preocupações adolecentes desnecessárias.
 A voz em minha cabeça se alimenta do escuro que me afoga nas labaredas ardentes da dor. Então me encontro no chão, todos os olhos voltados para o outro lado. Vejo a porta, pessoas, sorrisos e estou trancada no fundo. minha mente é um eterno vazio.

Aprendi a lidar com o nada absoluto, a falta de vontades e opniões nao me afeta mais. Sei que essas pessoas não passam de uma projeção de tudo aquilo que desprezo
Meus olhos já cansados das noites sem dormir, a mente se obriga a esquecer que a melodia nao passa de uma mentira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: