abril 5, 2011

sempre deixo que a vida perca o controle.
o caos é a minha experiência particular,
a maneira que o vento carrega as incertezas e as gruda em tua pele.
e você se lembra das coisas como elas eram,
dos sorrisos e dos lugares,
somos o resto do nosso passado e as possibilidades futuras.
eu estou sempre tão só que me perco em meu próprio labirinto mental.
ainda não encontrei a saida,
eu tenho um muro me mantendo distante de todos voces,
ele é feito das decepções e das mentiras.
eu me tornei parte dele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: