SOBRIEDADE

maio 29, 2011

Passadas algumas horas me levanto pronta para o próximo passo,
nunca calculado o suficiente,
me atiro do precipício que está diante de mim.
Quando o medo de errar deixa de ser uma preocupação
as linhas em branco passam a fazer um sentido quase real para mentes conturbadas.
E de repente um furacão arrasta para longe todas as certezas
a verdade deixa de existir,
tudo de transforma  no eterno talvez.
Fecha teus olhos e deixa e chuva correr por seus cabelos,
nada pode ser pior que desistir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: