junho 28, 2011

Essa raiva me domina,
eu vivo para minhas cicatrizes.
A agonia constante faz minha mente funcionar de maneira inversa!
Abandono a sobriedade, assim meu mundo materializa tua voz.
vivo de contar dias e kilometros.
Me deito em noites intermináveis, crises de insonia
acendo cigarros, busco o sorriso da noite na memoria, quem sabe a vida que levo?
Mas você vai ?
se sair deixa as portas e janelas abertas,
esquece algo em cima da cama assim tenho mais uma desculpa pra te ver.
áh, fala.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: