Nenhum título para Minhas verdades

julho 28, 2011

Síndrome de poeta.
Palavras soltas da vida patética,
Meus grandes problemas pequenos.
Tantas dores de cabeça!
Por um segundo o mundo esta calado,
Imóvel.
Eu tentei achar motivos para ir.
Mas só encontrei olhos que me prendem mais perto,
Eu atravessei meu maior medo,
Lutei com meus demônios,
Passei por meu ódio de mim(em mim).
E ignorei minhas canções, meu ego, o terror do sofrimento.
Todas essas minhas certezas, elas são meu eu mais claro,
Talvez a melhor parte de mim!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: