PONTE AEREA PT.5

agosto 10, 2011

E fui atras dos meus demônios
Quilômetros e quilômetros, estrada sem fim.
Alguns sols e outras luas em semana que não terminam.
Quando as noites se baseiam em meus clichês,
Tu já conhece cada um deles.
Me gritam algumas verdades,
Nuas, diante de mim, sombras da escuridão.
Eu tento ignora-las
Fingindo que a realidade é feita no meu mundo,
Sexta feira, cigarro, café e um amor.
Um dia infinito onde o coração se acalma sob as nuvens,
O anoitecer, meu anoitecer.
Insônia interminável,
pensamentos desconhecidos e quase indecifráveis
Marinheiros, estrelas e dragões.
Pensar em ti.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: