outubro 26, 2011

Um pouco de sol, muito mais de mim.
Aquele meu egoísmo que se perde em sexta feiras,
Se perde em ti.
E afoga essas magoas em semanas quase corridas demais, um pouco mais solidão que o normal.
O ar desaparece aos poucos nessa superfície de sentimentos nunca ditos.
Eu tive o muro, já fui mais distante.
Então, quando o tempo parece aquela eternidade sufocada nas minhas lembranças distorcidas de situações passadas, magoas e dragões, me encontro de volta em você.
Já sei para onde eu poderia ir, são tantos sorrisos trancafiados em corações mudos.
São tantas verdades silenciadas nessa garganta seca que sangra quando tento gritar.
E deixo que doa,
Deixo que corra
Corrói meu interior nessa vontade quase insuportável de ser MELHOR.
Meus kilometros, teus olhos um pouco claros demais
Como ignorar o conforto que cria com os braços?
Já não posso perder tua respiração, fico por perto exatamente onde quero estar
Sábados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: