câncer!

março 31, 2012

depois de tantas primaveras (quase dezoito delas) lutando contra a minha família, meus amigos, meus demônios, professores e desconhecidos que cruzam meu caminho todos os dias. percebo claramente que não sou uma constelação de sentimentos e certezas baseadas em incertezas,não sou o todo magnifico que eu achei que fosse.
fica claro diante dos meus olhos que minha posição é a de ser humano, comum e patético, arrastando correntes do passado, medos e inseguranças de que a vida se torne uma vida.
meu deus, como eu poderia ter uma vida?
acordar comer e sair e viver e voltar e comer e dormir (nessa maldita ordem)
estou sendo sufocada pelas mãos do destino,
e esfaqueada lentamente pelo ontem.
talvez se eu tivesse força,
talvez se eu não fosse eu,
talvez amanha.
talvez se eu fosse mais magra e mais rica e mais bonita e mais legal.
talvez assim minha mente ignorasse essa angustia que me atormenta, essa dor, essa FALTA!
minhas entranhas já foram trituradas e destruídas, eu nem tenho mais lagrimas para chorar.
mas eu insisto,
essa teimosia vai acabar me matando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: