I never did grow up.

novembro 24, 2013

eu odeio a luz do dia, mas mal consigo me lembrar como é viver de noite. 
eu sei que o cheiro é diferente, e as luzes são sempre muito claras,
mas não passa de uma memória perdida em um canto da mente,
de repente eu sou a minha vó, assistindo a cidade desfilar na minha janela. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: